Sobre o teste da linguinha

O teste da linguinha é um protocolo específico de avaliação do frênulo da língua em bebês, para diagnóstico precoce da língua presa. Este protocolo foi desenvolvido e validado durante o mestrado e o doutorado da Fonoaudióloga Roberta Martinelli, na Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de São Paulo, sob a orientação da Profa. Dra. Giédre Berretin-Felix, com o objetivo de padronizar a avaliação. Para popularizar sua aplicação e importância, foi denominado “teste da linguinha”.

O protocolo específico validado é dividido em história clínica, avaliação anatomofuncional e avaliação da sucção não nutritiva e nutritiva. Nas primeiras 48 horas de vida é realizada somente a triagem neonatal do Protocolo de avaliação do frênulo da língua em bebês.

A proposta inicial do protocolo foi publicada em periódico nacional e o protocolo modificado foi publicado em inglês a convite da editora chefe Patricia Taylor do International Journal of Orofacial Myology. Esse protocolo foi premiado no XX Congresso Brasileiro de Fonoaudiologia em 2012 e no V Encontro Brasileiro de Motricidade Orofacial, tendo sido aceito para publicação. Atualmente, vários centros de pesquisa nacionais, como USP, UNICAMP, UFPE, UFPA e internacionais, já estão utilizando esse protocolo.

Em 2012, a Câmara Municipal do Município de Brotas/SP, aprovou por unanimidade, o projeto de lei instituindo a obrigatoriedade do teste da linguinha no Município de Brotas. A lei foi sancionada em Setembro/2012. É a primeira cidade no mundo a aprovar uma lei instituindo a obrigatoriedade.

A partir disso, todos os bebês nascidos na cidade de Brotas, interior de São Paulo são submetidos ao teste da linguinha pelo Sistema Único de Saúde. As mães dos bebês que são diagnosticados com língua presa são esclarecidas sobre a presença dessa alteração e os bebês são encaminhados para realização da frenotomia, também conhecida como pique na língua.

A Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, em parceria com a Associação Brasileira de Motricidade Orofacial, o Conselho Federal de Fonoaudiologia e a Prefeitura Municipal de Brotas lançaram, também em Setembro/2012, a Campanha Nacional do teste da linguinha. Foram veiculados nos meios de comunicação dois vídeos, um com o cantor Daniel falando sobre a importância do teste da linguinha e outro com o ator global Rangel de Oliveira, informando sobre a língua presa e suas consequências.

Com essa campanha, muitos profissionais já estão realizando o teste da linguinha em maternidades de todo o Brasil. Muitos profissionais da América do Norte, Europa, Oceania e América Latina também mostraram interesse na divulgação e implantação do teste da linguinha em seus países.

Treinamentos e capacitações de profissionais têm sido realizados em vários estados do Brasil, bem como, em diferentes países, com o objetivo de qualificar esses profissionais para a realização desse teste.

O teste da linguinha é rápido, seguro, indolor e não tem custo, possibilitando detectar precocemente a presença da língua presa. A cirurgia libera os movimentos da língua, aumentando a eficiência da sucção durante a amamentação, diminuindo, assim, a incidência do desmame precoce.

Esse trabalho tornou o Brasil o país pioneiro em políticas públicas voltadas para a detecção e tratamento precoces da língua presa.


Copyright © 2021 Teste da Linguinha por Roberta Martinelli.